Busca rápida por palavra chave

Trânsito livre no Viaduto da Prata

Apesar da liberação do tráfego, motoristas devem manter a atenção em cruzamento

Notícia publicada em:18/02/2010
Tamanho da fonte
|

Em Teresópolis, transito livre no viaduto da Prata Os motoristas que trafegarem no cruzamento das rodovias BR-116 e RJ-130, no Trevo da Prata, devem manter a atenção redobrada. Apesar da liberação do trânsito no viaduto, que elevou a pista na Rio-Bahia para facilitar o acesso de veículos na Teresópolis-Friburgo, ainda há canteiros de obras nas ruas do entorno e, segundo moradores das proximidades, ainda falta sinalização na pista principal. “O pessoal está correndo muito, principalmente no sentido Soberbo. Com isso, os pedestres é que estão se arriscando ao atravessar em qualquer lugar por aqui”, relatou ao jornal O DIÁRIO a dona de casa Tereza Benevides, residente nas proximidades do recém inaugurado viaduto.

Para a maioria dos moradores, a obra de elevação da Rio-Bahia foi fundamental para diminuir o número de acidentes envolvendo veículos que cruzavam a BR-116 para ingressar ou sair da RJ-130. “Foi bom terem feito esse viaduto, pois reduziu bastante o número de batidas depois dessa obra”, relatou ao jornal e a DIÁRIO TV a garçonete Aline de Assunção, que trabalha a quinhentos metros da obra. “O pessoal tinha o costume de querer passar de qualquer maneira, sem prestar a atenção no trânsito e acabava causando acidentes até fatais. Agora fica bem mais difícil de acontecerem acidentes graves, pois a velocidade nessas ruas laterais é menor do que na pista principal”, completa Carlos Oliveira, que também trabalha nas proximidades do viaduto.

Para a vendedora Jéssica do Canto, falta sinalização para evitar acidentes por conta da alta velocidade empregada por alguns motoristas. “Como ainda não terminaram a obra, esperamos que seja melhorada essa sinalização. Hoje existe somente esse redutor e poucas placas de sinalização, o que tem feito muitos motoristas frearem em cima dele”, lembra a funcionária de uma loja próxima ao viaduto. Alguns comerciários e comerciantes reclamaram ainda do bolsão d´água formado entre a pista e a entrada das lojas no lado direito, sentido Soberbo. Eles aguardam a conclusão das obras da CRT, que teria prometido acabar com o “lago” que se forma a cada pequena chuva.


Fonte: O Diário de Teresópolis


Comente esta notícia

|

Outras notícias relacionadas





Sobre o projeto
Guiatere.com é um projeto desenvolvido pela Action Plus e que tem como objetivo principal criar o mapeamento comercial de Teresópolis, promovendo de forma facilitada a consulta as informações de empresas e profissionais liberais da cidade.

Desenvolvido por: Action Plus