Busca rápida por palavra chave

“Criação de pontos de táxi tem que ser solicitada à prefeitura”

Alteração em decreto municipal abriu espaço para novas vagas

Notícia publicada em:05/07/2011
Tamanho da fonte
|

 

O Secretário de Segurança Pública Marcos Antônio da Luz explicou nesta segunda-feira que a criação de novas vagas para táxis na Casa & Vídeo ocorreu depois de um pedido da gerência do estabelecimento. O esclarecimento, de acordo com o secretário, tem o objetivo de orientar as pessoas que se interessaram em obter uma concessão após a divulgação do decreto que criou as vagas e ainda estabeleceu um novo critério para a liberação de novas autorizações, estipulando que deva haver um taxista para cada 300 habitantes. A regra anterior era de 1 para cada 500. 
 
“Todo e qualquer ponto de táxi na cidade tem que ser motivado, quer seja por um comerciante, por uma entidade de serviços públicos, hospitais, e depois vem para a análise da secretaria de Segurança Pública e depois remetemos isso ao prefeito e ele é quem vai definir se coloca ou não coloca um ponto de táxi ali”, disse o secretário.
 
Da Luz afirmou que a autorização para as novas vagas só foi possível após uma avaliação da equipe da secretaria, que repassou ao prefeito para que ele decidisse sobre o assunto: “Nós aqui fizemos uma avaliação desses pontos e vimos que a lei não permitia a criação de novos pontos de táxi. No caso da Casa & Vídeo não se criou um ponto, fomos motivados pelo gerente que nos encaminhou um ofício solicitando o aumento do quantitativo porque três não eram mais suficientes. Isso foi levado ao prefeito e ele alterou os decretos”. 
 
O secretário alertou ainda que a antiga fila de processos de pessoas que aguardavam uma concessão foi toda indeferida para uma nova organização, que de acordo com ele, foi necessária pela mudança dos critérios. Com isso, quem estava aguardando a chance de ganhar uma nova vaga quando ela surgisse, terá que procurar a prefeitura para protocolar um novo pedido.
 
De acordo com o IBGE, a população atual de Teresópolis é de 163746 habitantes e fazendo a divisão pelo novo critério e excluindo os 327 profissionais já autorizados, sobram 218 vagas para futuras autorizações do prefeito.


Comente esta notícia

|

Outras notícias relacionadas





Sobre o projeto
Guiatere.com é um projeto desenvolvido pela Action Plus e que tem como objetivo principal criar o mapeamento comercial de Teresópolis, promovendo de forma facilitada a consulta as informações de empresas e profissionais liberais da cidade.

Desenvolvido por: Action Plus