Busca rápida por palavra chave

Confira o resultado da análise da água das fontes de Teresópolis

A fonte localizada no bairro Taumaturgo está imprópria para consumo devido à presença de coliformes fecais

Notícia publicada em:01/09/2010
Tamanho da fonte
|

Liberado pelo LACENN-RJ – Laboratório Central Noel Nutels – o resultado da análise microbiológica da água das fontes da cidade, relativo às amostras coletadas em agosto. A fonte localizada no bairro Taumaturgo está imprópria para consumo devido à presença de coliformes fecais.

O monitoramento microbiológico da água das fontes é feito mensalmente através de coletas de amostras, que são enviadas ao LACENN/RJ, laboratório de referência para esse tipo de serviço. O trabalho é feito por equipe do Programa Vigiágua, setor ligado à Divisão de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde. O programa de controle da qualidade da água para consumo humano atende a Portaria nº 518, de 25 de março de 2004, do Ministério da Saúde, que determina a realização do monitoramento periódico.

Porém, a água das fontes pode sofrer variações de potabilidade devido a alterações climáticas e do ambiente do entorno onde elas se localizam. Por isso, os usuários são orientados a sempre ferver ou filtrar e clorar a água antes de ser consumida.  

Confira o resultado da análise:

Agosto/2010

  • Fonte Taumaturgo - Imprópria para consumo*

 

  • Fonte da Praça Taumaturgo – Própria para consumo

 

  • Fonte Brahma (Várzea) – Própria para consumo

 

  • Fonte Judite (Alto) – Própria para consumo

 

  • Fonte Amélia (Alto) – Própria para consumo

 

  • Fonte João Raposo (Tijuca) - Própria para consumo

 

  • Fonte Vila Muqui – Própria para consumo

 

  • Fonte de Fonte Santa – Própria para consumo

 

  • Fonte Santa Angela (Vale do Paraíso) - Própria para consumo

*Tendo em vista os resultados, a Secretaria Municipal de Saúde orienta a adoção das seguintes medidas: 1) Providenciar, em caráter de urgência, sistema de desinfecção (cloração) para todas as fontes, inclusive das que se encontram próprias para consumo, em cumprimento à Portaria nº 518/04, do Ministério da Saúde; 2) Providenciar o reforço e a ampliação do serviço de monitoramento das fontes públicas, conforme solicitado pela Câmara Técnica de Saneamento do Comdema – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Teresópolis


Comente esta notícia

|

Outras notícias relacionadas





Sobre o projeto
Guiatere.com é um projeto desenvolvido pela Action Plus e que tem como objetivo principal criar o mapeamento comercial de Teresópolis, promovendo de forma facilitada a consulta as informações de empresas e profissionais liberais da cidade.

Desenvolvido por: Action Plus